Japoneses desenvolvem retorno do ISDB utilizando a própria faixa do canal

Os integrantes do Fórum do Sistema Brasileiro de TV Digital começam a olhar, com atenção, para o trabalho que está sendo feito pelos japoneses no sentido de desenvolver a possibilidade de que a TV digital tenha um canal de retorno para interação dentro do próprio espectro utilizado para entregar o sinal de TV. As mudanças técnicas estão sendo feitas no Japão nesse momento, e permitirão não apenas o retorno, mas também a transmissão de multiprogramação móvel. É uma forma de ampliar as possibilidades de negócio para os radiodifusores que utilizam o sistema.
O governo brasileiro está entusiasmado com essa possibilidade. Segundo o assessor especial da Casa Civil André Barbosa, que acompanha o processo de implantação do SBTVD no País, a possibilidade de usar o canal de retorno na própria faixa facilita as coisas quando se fala em aplicações interativas, ainda que ele reconheça que, em um primeiro momento, se as emissoras de TV fizerem interatividade, precisarão buscar outros canais de retorno. Para o assessor especial, também seria necessário observar a legislação vigente, já que radiodifusão não é telecomunicação. Sobre a possibilidade de multiprogramação móvel, na visão de André Barbosa, o modelo brasileiro hoje impede esse tipo de exploração da faixa, assim como impediria a multiprogramação em caráter comercial. Isso porque o conteúdo para dispositivos móveis precisa ser igual ao conteúdo principal do canal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.