Globosat e Net acertam acordo de distribuição de canais HD

A Globosat e a Net Serviços acertaram um acordo de distribuição de canais HD que deve marcar a forma como os conteúdos em alta definição serão distribuídos daqui para frente. O acordo, celebrado nesta quinta, 7, regulamenta a distribuição do canal Globosat HD na operadora de cabo, prevê a entrada de novos canais em alta definição e abre a distribuição do Telecine HD. Trocando em miúdos: o Globosat HD estará, daqui para frente, sempre no primeiro nível de empacotamento para conteúdos em alta definição da Net. É uma espécie de "pacote HD básico", onde também entrará pelo menos mais um novo canal da Globosat a ser lançado nos próximos 12 meses.
O Telecine HD entrará em um nível acima. Nos próximos dias e durante o mês de maio, os assinantes do pacote HD da Net Serviços passarão a receber o Telecine HD como degustação. Também está garantida a exibição de um jogo do Campeonato Brasileiro por rodada no canal Globosat HD, com áudio 5.1, e conteúdos da Playboy TV na faixa noturna do canal. Com a entrada do Telecine HD no ar, a faixa de filmes do Globosat HD será programada com conteúdos do Megapix, em alta definição, naturalmente.
Implicações

Notícias relacionadas
O acordo tem um significado muito importante para o mercado, sobretudo depois que a Sky lançou seus dois pacotes de canais em alta definição sem a Globosat, justamente por conta de dificuldades de negociação no posicionamento e preço dos canais. O resultado é que pela primeira vez na história da TV paga, Net Serviços e Sky terão estratégias diferentes para o empacotamento dos canais Globosat. Não quer dizer que a Sky não terá a chance de ter os mesmos canais da Net e vice-versa, mas as negociações se tornaram muito mais complexas por conta das amarras contratuais de lado a lado.
Outra implicação do acordo desta quinta é que, daqui para frente, operadores que quiserem distribuir os canais HD da Globosat terão que obedecer às mesmas regras de empacotamento que a Globosat celebrou com a Net Serviços. A única outra operadora com distribuição em alta definição no momento é a Telefônica/TVA, que até aqui não podia distribuir o Globosat HD por conta do conteúdo Telecine incluído no canal. Agora, essa barreira não existe mais e a tendência é que as negociações andem.
A incógnita que fica no mercado, agora, é como Net Serviços e Sky se diferenciarão em relação a preços. Por enquanto, o pacote HD da Net é mais barato, inclui os canais abertos mas tem poucos canais pagos (apenas os da Globosat). A Sky, por sua vez, apostou em uma grande quantidade de canais, nesse momento estrangeiros, com uma caixa sofisticada, mas a alternativa de recepção dos canais abertos ainda é uma promessa que depende de um módulo USB a ser conectado ao set-top, prometido para os próximos três meses. É, definitivamente, o começo de uma nova era na competição entre operadoras de TV por assinatura no Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.