Governo brasileiro e Nokia realizam demonstração de chamada de vídeo com 5G standalone

Na próxima sexta-feira, 9, o presidente Jair Bolsonaro participa do que afirma ser a primeira chamada em vídeo por meio da tecnologia 5G standalone do Brasil e da América Latina. A demonstração da tecnologia é fruto de uma parceria do Ministério das Comunicações, a Nokia e a embaixada da Finlândia. A ligação será entre as cidades de Brasília e São Paulo.

Segundo o ministro das Comunicações, Fabio Faria, a ação é um desdobramento da "Missão 5G". Organizada em fevereiro deste ano pelo Ministério das Comunicações, a comitiva governamental brasileira visitou cinco países que detêm capacidade tecnológica em 5G e que são sedes de empresas globais que fornecem equipamentos para a tecnologia. A sede da Nokia, na Finlândia, foi uma das instalações visitadas.

Em postagem no Twitter, Faria afirmou que a reunião com o embaixador finlandês Jouko Leinonen, foi produtiva e alegou: "O Brasil se cerca de parceiros tecnológicos confiáveis".

Notícias relacionadas

Além da Finlândia, a Missão 5G visitou a Suécia, Japão, China e Coréia do Sul. Na Suécia está a sede da Ericsson. Na Ásia, estão a Samsung (Coreia do Sul), NEC (Japão) e Huawei e ZTE (China). Nesses países, além dos fornecedores, já há operações de 5G em funcionamento.

5G standalone

A tecnologia 5G standalone utiliza um core de rede criado exclusivamente para funcionamento do 5G. Ou seja, não aproveita a infraestrutura do 4G ou 3G. Chamada pelo governo de rede "5G pura", o uso da tecnologia standalone (como condição do padrão do 3GPP, Release 16) consta como uma das obrigações no edital do leilão das faixas de frequência que serão usadas para o 5G no Brasil. Segundo estudo da associação de fornecedores móveis globais (GSA) divulgado em março, o 5G standalone ainda tem presença tímida no globo, estando atualmente presente em apenas cinco países, segundo o relatório.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.