Cinco maiores teles da Europa se livram de investigação antitruste

Quase um ano após iniciar uma investigação prelimiar sobre alegações de conluio e práticas anticompetitivas das cinco maiores operadoras de telecomunicações da Europa: Deutsche Telekom, France Telecom, Telecom Italia, Telefónica e Vodafone (grupo que ficou conhecido como "E5"), a Comissão Europeia anunciou hoje seu encerramento.

No dia 14 de março do ano passado, a Comissão havia confirmado que as cinco operadoras e a associação GSMA receberam um questionário solicitando informações detalhadas sobre as reuniões dos principais executivos das operadoras que começaram a acontecer em 2010 para discutir questões-chave da indústria e que ficaram conhecidas como as reuniões do "E5". As respostas recebidas levaram a Comissão a concluir que o trabalho de padronização anteriormente conduzido pelo grupo E5 foi transferido para a GSMA e outras associações da indústria. Em nota, a Comissão declarou que considera bem-vinda essa transferência, que permite a participação de mais players do setor. "É um passo positivo que reduz o risco de que o trabalho de definição de padrões afete negativamente a competição".

O encerramento da investigação preliminar afasta o risco instauração de um processo imediato de investigação antitruste contra o E5, mas a Comissão promete permanecer de olho nos processos que envolvam padronizações para o setor. "A política da Comissão é garantir que processos de padronização liderados pelas grandes operadoras de telecom não sejam usados estrategicamente para anular outras companhias", reforçou o comunicado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.