Usuário móvel brasileiro consumirá em média 4,2 GB por mês em 2021

O tráfego móvel por usuário brasileiro passará de 878 MB/mês para 4,2 GB/mês entre 2016 e 2021, de acordo com projeção da Cisco, divulgada na nova edição do estudo Visual Network Index. O consumo do brasileiro será metade da média mundial, que daqui a cinco anos estará em 8,4 GB/mês.

Ao todo, tráfego móvel médio mensal no Brasil subirá de 150 PB para 784,8 PB nesse período, ou seja, um aumento de 5,2 vezes, ou crescimento médio anual de 39% ao longo de cinco anos. Os smartphones responderão por 85% do tráfego móvel no País em 2021. No ano passado, o percentual foi de 80%.

Paralelamente, a velocidade média da conexão móvel no Brasil aumentará três vezes ao longo dos próximos cinco anos, passando dos 4,3 Mbps atuais para 13,7 Mbps em 2021. Para efeito de comparação, a média mundial prevista é de 20,4 Mbps daqui a cinco anos.

Nesse intervalo de tempo, a base brasileira de usuários móveis passará de 166,8 milhões para 176,8 milhões, quando representará 81% da população do País. E a quantidade de conexões (incluídas máquinas) saltará de 264 milhões para 345 milhões.

4G

A participação do 4G sobre a base brasileira de aparelhos conectados (contando as máquinas) vai triplicar em cinco anos, passando de 21,3% para 63,3% em 2021. O 3G vai cair de 53% para 26,8% e o 2G, de 24,6% para 7,2%. Em termos de participação sobre o tráfego móvel de dados, o 4G responderá por 94,5% do total em 2021, ante 57,5% em 2016.

Cabe esclarecer que o estudo considera como tráfego móvel tudo o que passa pelas redes celulares, não incluindo os dados trafegados via Wi-Fi, ainda que oriundos de dispositivos móveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.