Fundos pedem adiamento de votação para consórcio de celulares e BrT

Os fundos de pensão conseguiram adiar a votação nos conselhos de administração da Telemig Celular e Amazônia Celular da proposta de formação de um consórcio com a Brasil Telecom (BrT). As fundações pediram mais informações sobre o tema para poderem decidir sua posição. O assunto, portanto, foi retirado da pauta das reuniões dos conselhos que acontecerão na próxima segunda-feira, 10. Novas reuniões foram marcadas para o dia 14 para pôr em votação a proposta.
A idéia de se formar um consórcio partiu do Opportunity, que, junto com as fundações, é acionista tanto das operadoras celulares quanto da BrT, que recentemente adquiriu licenças de SMP para sua região. O objetivo é compartilhar a compra de equipamentos, o que reduziria os custos.
De acordo com um fonte ligada aos fundos de pensão, o simples voto do Opportunity não será suficiente para a aprovação do consórcio. ?Nesse tipo de tema, é necessário quórum qualificado?, explicou.

Notícias relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.