TV paga tem leve desaceleração, mas entra em 2013 com mais de 16 milhões de assinantes

Os números do mercado de TV paga publicados pela Anatel no final de 2012 referentes ao mês de novembro mostram uma leve desaceleração em relação a outubro. O crescimento caiu de 1,8% para 1,7% nos respectivos meses, o que significa que o setor deixou de adicionar cerca de 40 mil assinantes em relação ao ritmo que vinha mantendo. Ainda assim, o crescimento anualizado em novembro foi de 28,3%, quase repetindo a performance do ano anterior.

Notícias relacionadas

O número total de clientes de TV paga registrado em novembro pelos dados da agência (15,966 milhões de assinantes) permitem afirmar que em 2012 o setor terá rompido a barreira dos 16 milhões de clientes.

O destaque positivo do mês de novembro foi a Oi, que intensificou seu volume de adições e chegou a pouco mais de 705,4 mil assinantes. A Sky deu uma desacelerada, mas ainda assim adicionou 85,4 mil clientes em novembro e chegou a 4,959 milhões de assinantes, provavelmente tendo rompido a barreira dos 5 milhões de clientes já em dezembro. A Net chegou a novembro com 5,350 milhões de assinantes, crescendo cerca de 55 mil assinantes. Caso as novas praças em que a empresa pretende operar não comecem a dar resultados rapidamente, a Sky pode assumir o posto de maior operadora de TV paga do Brasil ainda em 2013.

A Claro TV cresceu 68 mil clientes em novembro de 2012 e passou a casa dos 3 milhões de assinantes (mais precisamente 3,063 milhões), um feito notável para uma operadora que iniciou suas operações apenas em janeiro de 2009.

A Telefônica/Vivo segue perdendo base e em novembro caiu abaixo dos 600 mil assinantes (599 mil, para ser exato). A GVT, que ao longo de 2012 foi muito agressiva, deu uma forte desacelerada em novembro, crescendo 24 mil assinantes e chegando a 410,4 mil clientes. Outras operadoras apresentaram, de forma consolidada, uma perda de cerca de 14 mil clientes no mês.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.