Meio de pagamento via celular ainda é inexpressivo no Brasil

O Brasil, com os seus 97 milhões de usuários de celulares, representa um mercado potencial imenso para compras via celular considerando-se que existem 70 milhões de contas bancárias no País. Mas esse meio de pagamento ainda tem que enfrentar grandes desafios como a parceria entre as operadoras de telecomunicações, as instituições financeiras e o varejo. ?Em princípio essas empresas se encaram como inimigas, cada uma quer preservar seu mercado?, disse Sérgio Goldstein, diretor da Evermobile, durante o evento ?Mobile Payment, a terceira onda da convergência móvel?, realizado nesta quarta-feira, 6, em São Paulo. O pagamento via celular pode substituir o cartão de crédito do lado do usuário e os terminais POS na ponta do varejo.
Júlio Ramos, sócio-diretor da Accenture, destaca que não haverá grandes somas de dinheiro nesse segmento nos próximos cinco anos no País comparado a outros meios tradicionais de pagamento. ?Mas é um mercado nada desprezível já que no ano que vem serão 100 milhões de assinantes celulares, podendo atingir o segmento que hoje não tem conta bancária nem cartão de crédito?, disse. Em sua opinião, a maioria das empresas ainda não tem estratégia bem definida para atender esse mercado.
Até 2010, segundo um estudo da Júpiter Research, 3,2% dos usuários de celulares mundialmente vão usar algum pagamento móvel e esse mercado deve movimentar mais de US$ 10 bilhões. ?No Brasil este número não deve sair da casa decimal nos próximos cinco anos?, arrisca Ramos.

Notícias relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.