Produção eletrônica reage e cresce 9% em setembro

[Atualizada em 06/11 às 21h] A produção da indústria eletrônica brasileira reagiu durante o mês de setembro e cresceu 9% na comparação com o mesmo período de 2018, revelaram dados dados do IBGE agregados pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) e divulgados nesta quarta-feira, 6.

No mesmo intervalo, a produção da indústria elétrica avançou 3,6%, deixando o resultado consolidado do setor eletroeletrônico em alta de 6,2% durante setembro. O número é uma recuperação frente a agosto, quando a produção da cadeia recuou 1,2%. Ainda assim, a Abinee nota que, em 2019, o nono mês de ano teve 21 dias úteis, ou dois a mês que setembro de 2018, o que pode ter pesado na comparação anual.

No acumulado desde janeiro, a produção do segmento eletrônico registra recuo de 2,8%. Como a área elétrica teve alta de 1,2% no indicador no mesmo período, o resultado da cadeia eletroeletrônica é de queda de 0,8% na produção no acumulado do ano.

Lei da Informática

Caro ao setor eletrônico, o projeto de lei (PL 4.805/2019) que propõe adequações necessárias na Lei da Informática conforme determinação da Organização Mundial do Comércio (OMC) teve movimentações na Câmara após aprovação de pedido de urgência para a tramitação no último dia 30 de outubro.

Nesta quarta-feira, 6, foi aprovado o parecer favorável do relator André Figueiredo (PDT) na Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI) da Câmara. Dessa forma, o projeto de lei já pode ser votado no plenário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.