Adiamento de um semestre no leilão de 5G é "atraso cósmico", diz TIM

Marco di Constanzo, diretor de engenharia de rede da TIM

A TIM voltou a defender a urgência do leilão de 5G. Marco di Constanzo, diretor de engenharia de rede da operadora, foi enfático: "não estamos confortáveis com os adiamentos do leilão de 5G. O atraso para o segundo semestre de 2020 é um atraso cósmico. Não podemos ficar dois anos atrás, isso é uma eternidade para um país emergente que precisa fazer um catch-up de produtividade", alertou o executivo durante o Seminário Digital Telco, sobre transformação digital, realizado pela TELETIME e pela TI Inside nesta quarta, 6, em São Paulo.

"Espectro é como terreno para quem constrói prédio", disse Constanzo. "Ter um mix de frequências é essencial. A Anatel deu uma boa quantidade (no leilão de 5G), mas a regra de definição não está nos deixando ainda confortáveis. Um leilão arrecadatório tira recursos de construção de rede, e o 4G será ainda o mainstream de tráfego nos próximos quatro anos e vai demandar investimentos", disse o executivo da TIM.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.