Abinee: exportação de celulares despenca em setembro

As exportações de aparelhos celulares caiu 53% em setembro deste ano, numa comparação com o mesmo mês de 2011, passando de US$ 41 milhões para US$ 19 milhões.

Dentre os países da América Latina, a Argentina foi a que registrou maior queda na compra de handsets fabricados no Brasil durante o período. A informação, divulgada nesta terça-feira, 6, é parte de um levantamento feito pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee). Segundo a entidade, a venda de terminais para a Argentina recuou 87% no mês de setembro, prejudicando severamente a balança comercial do segmento, uma vez que o país vizinho foi o principal importador destes produtos em 2011. No mês apurado, a exportação para o Uruguai, outro importante comprador de handsets brasileiros, caiu 71%.

Por outro lado, houve aumento nas vendas para o Chile, que adquiriu 70% mais devices produzidos no Brasil. Outros mercados também elevaram a compra de celulares brasileiros, entre os quais: Estados Unidos, onde houve uma alta de 144% nas aquisições de terminais; Colômbia, com crescimento de 147% nas importações; e Peru, que também elevou as compras de terminais em 56%. Mesmo assim, esses resultados não compensaram as perdas neste mercado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.