Presidente em exercício da Câmara defende manutenção de incentivos para TICs

Deputado Marcelo Ramos. Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Presidente em exercício da Câmara, o deputado Marcelo Ramos (PL-AM) defendeu manutenção de incentivos tributários para empresas de tecnologia da informação e comunicação (TIC) durante evento que evento de instalação da Comissão Especial que discutirá o tema nesta quarta-feira, 6. 

O grupo vai analisar a proposta de emenda à Constituição (PEC) que exclui as empresas de TIC da redução gradual dos benefícios conforme uma Emenda Constitucional 109, antiga PEC Emergencial. O deputado espera que a Comissão trabalhe por dez sessões para apresentar e votar o relatório, que seguirá depois ao Plenário da Câmara.

Segundo Ramos, o motivo é que já havia sido feito um acordo de manutenção dos benefícios com empresas do setor durante a votação da PEC Emergencial, destinada ao combate à pandemia. Para ele, a indústria nacional de telas, condutores e computadores "gera milhares de empregos e por isso é tão importante". 

Notícias relacionadas

Com a nova PEC, pretende-se retirar o corte de pelo menos 10% anuais dos benefícios. No lugar, seria instituída a manutenção dos benefícios, desde que não ultrapasse 2% do PIB no prazo de oito anos. O plano apresentado pelo governo valerá para todos os incentivos, exceto seis setores: Simples Nacional; entidades filantrópicas; programas de desenvolvimento do Norte, Nordeste e Centro-Oeste; Zona Franca de Manaus; produtos da cesta básica; e bolsas de estudo (ProUni e Fies). (Com Agência Câmara de Notícias)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.