Motorola Mobitily é processada por quebra de patentes

Adquirida e meados de agosto pelo Google, por US$ 12,5 bilhões, a Motorola Mobility está sendo processada pela Intellectual Ventures, empresa especializada na compra e registro de patentes de tecnologia. Ela alega que a fabricante de dispositivos móveis violou seis de suas patentes, que envolvem desde tecnologia de transferência de arquivos entre computadores até de controle de IP e chips de dispositivos móveis, segundo o blog All Things Digital. A ação foi protocolada na Corte Distrital de Delaware, nos Estados Unidos.

Notícias relacionadas
A Intellectual Ventures declarou em nota que tem "assinado acordos com sucesso com muitas das principais fabricantes de dispositivos móveis do mundo". "Com a Motorola Mobility, contudo, não foi possível chegar a um consenso", disse a chefe do conselho de litígios da Intellectual Ventures, Melissa Finocchio.

"Temos a responsabilidade com nossos clientes e investidores de defender nossos direitos de propriedade intelectual contra empresas como a Motorola Mobility que as usam sem licença", explicou Melissa. A empresa não fabrica nenhum dispositivo móvel, tampouco oferece serviços de tecnologia, e sua receita provém da venda de licenças ou de patentes para outras empresas. A companhia já se envolveu em disputas judiciais com as maiores empresas de tecnologia mundiais, como Dell, Oracle, HP, Acer, entre outras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.