Nokia busca os 5% restantes da Alcatel-Lucent

Mesmo já fazendo parte do grupo Nokia há nove meses, a Alcatel-Lucent (ALU) finalmente deverá ter 100% de seu capital revertido à finlandesa até o começo de outubro. A companhia informou nesta terça-feira, 6, que oferecerá 3,50 euros por ação pelos 5% que sobraram da ALU – um rascunho do documento da oferta conjunta já foi enviado à autoridade de mercado francesa Autorité des marchés financiers (AMF). Uma vez aprovado, o documento deverá conter as condições para a oferta pública, que deverá ser realizada na segunda metade de setembro.

As ações que sobraram são as com vencimento em 30 de janeiro de 2019 (2019 OCEANEs), além de bonds conversíveis em ações da ALU com vencimento em 30 de janeiro de 2020 (2020 OCEANEs). A Nokia afirma que a oferta será sucedida imediatamente por um squeeze-out, ou seja, transação com ações da Alcatel-Lucent não incluídas na oferta inicial. Dessa forma, a finlandesa enfim terá 100% de controle na fornecedora francesa, permitindo uma operação mais eficiente e proporcionando "oportunidades de criação de valor". Atualmente, a Nokia detém 95,32% do capital e 95,25% dos direitos de voto da ALU.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.