Publicidade
Início Newsletter Prazo do TCU para análise do edital de 5G começa a correr

Prazo do TCU para análise do edital de 5G começa a correr

A contagem de prazos do Tribunal de Contas da União para a análise do edital de 5G já está, formalmente, correndo. O início da contagem se deu há uma semana, quando a última diligência pendente, ainda da parte do Ministério das Comunicações, foi entregue. A instrução normativa 81/2018 do Tribunal de Contas da União estabelece que os documentos devem estar entregues de maneira completa até 90 dias da publicação do edital, sendo que a área técnica do TCU tem 75 dias para encaminhar ao relator do processo, Raimundo Carreiro.

Se forem utilizados todos os dias regimentais, isso significa que o edital deve ser entregue ao relator do TCU até meados de setembro e votado até o final daquele mês, retornando então à Anatel. Mas há chances de o TCU acelerar o processo considerando que enquanto se aguardava a complementação das informações pela Anatel e Ministério das Comunicações, algumas análises foram realizadas. Mas vale lembrar que o contrário também é possível: em matérias de grande complexidade, o ministro relator pode conceder aos técnicos do TCU mais tempo para análise, se necessário.

Até aqui, segundo a percepção dos atores envolvidos no processo, o ponto de maior preocupação do TCU com o edital é a questão relacionada à rede privativa para uso do governo que se pretende ver construída como obrigação do edital. Segundo confirmado por este noticiário junto à corte de contas, o Tribunal de Contas da União solicitou inclusive à FCC, por ocasião da Missão 5G, realizada pelo Ministério das Comunicações aos EUA em junho, informações sobre o modelo de rede privativa utilizado nos EUA. 

Notícias relacionadas

Na reunião realizada entre TCU, Ministério das Comunicações e Anatel há duas semanas, a agência reguladora brasileira teria deixado clara a sua posição de colaborar com o TCU no que for necessário para a conclusão da análise, mas a agência demonstrou insatisfação com questionamentos sobre aspectos que a Anatel entende ser de sua responsabilidade exclusiva ou deveres emanados por políticas públicas.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile