REPNBL garantiu R$ 17,7 bilhões de investimentos em redes

Balanço divulgado pelo Ministério das Comunicações aponta que o Regime Especial de Tributação do Programa Nacional de Banda Larga (REPNBL) conseguiu garantir um total de R$ 17,7 bilhões para investimentos em infraestrutura de telecomunicações em todo o Brasil até 2016. Ao todo, foram aprovados 1.219 projetos durante os dois anos de duração do programa, encerrado em 30 de junho último.

O REPNBL teve o objetivo de promover a modernização e a expansão das redes de telecomunicações por meio da desoneração do IPI, PIS e Cofins. Os projetos já aprovados pelo Minicom beneficiam perto de cinco mil, dos 5.570 municípios de todo o País. Entre as regiões brasileiras, o maior volume de investimentos será no Sudeste (R$ 9 bilhões) e no Nordeste (R$ 4 bilhões). Em seguida vêm Sul (R$ 2 bilhões), Centro-Oeste (R$ 1,5 bilhão) e Norte (R$ 955 milhões).

Segundo o Minicom, do total de recursos previstos nos projetos inscritos no REPNBL, a maior parte (R$ 6,4 bilhões) será destinada à ampliação das redes de telefonia móvel. Em seguida, os maiores aportes são para expansão de tecnologias de acesso ótico (R$ 3,5 bilhões) e de transporte ótico (2,2 bilhões), que abrangem tanto as redes de transmissão quanto redes que levam a banda larga até a casa do consumidor. Também ganham destaque os projetos para acesso metálico (R$ 2 bilhões) – redes de cabos de metal – e satélite (R$ 1,9 bilhão).

Empresas

A Telefônica obteve isenção para projetos que somam R$ 4,3 bilhões e a TIM, para redes que valem R$ 3,5 bilhões. A Net tem direito a isenções em projetos que valem R$ 2,2 bilhões, mas somados com as outras empresas do grupo (Claro e Embratel) os benefícios podem chegar a redes que valem R$ 5 bilhões. A Oi teve isenção em projetos de infraestrutura que somaram R$ 648,3 milhões.

4 COMENTÁRIOS

  1. Muito bom saber desse investimento, realmente estamos precisando, eem questão de comunicação digital ainda estamos muito atrasados em relação a alguns países, com os projetos já aprovados acredito que agora vai.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.