AIMNT diz estar aberta a eventuais aquisições da Sky ou de ativos da Oi no Brasil

Após o investimento na Nextel, a AIMNT não tem planos em vista, mas não descarta possibilidades como uma nova aquisição de ativos no Brasil. Durante teleconferência nesta terça-feira, 6, o CEO do grupo norueguês, JD Fouchard, deixou claro que está focado atualmente na transação com a Nii Holdings, mas que vai "manter o olho aberto" para um eventual fatiamento da Oi ou a venda da Sky Brasil pela AT&T por conta do imbróglio da fusão com a Time Warner nos Estados Unidos. "Vamos olhar oportunidades que aparecerão, mas vamos estar muito focados na Nextel Brasil", declarou.

Fouchard diz que a maior parte dos acionistas de ambos os grupos AINMT e Nii está favorável à negociação, especialmente por conta dos ativos em espectro da Nextel e o direcionamento aos dados móveis. Mas, caso a oportunidade de expandir de forma não orgânica apareça, haveria como fazer isso. A AIMNT em si não teria recursos para financiar operações maiores no Brasil, mas o maior acionista da norueguesa, sim. "Temos acionistas, incluindo a Access Industries, que é um conglomerado industrial de US$ 20 bilhões, então claro que temos bom acesso a eles, e se apresentássemos o caso, nós como companhia teríamos que olhar isso e avaliar", explicou.

A Access Industries foi fundada nos anos 80 pelo bilionário Leonard Blavatnik e tem sede nos Estados Unidos. Além de mídia e telecomunicações, o grupo tem negócios na área imobiliária, de recursos naturais e químicos e em investimentos em capital de risco.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.