Publicidade
Início Teletime TIM tem queda nas receitas e ARPU no primeiro trimestre

TIM tem queda nas receitas e ARPU no primeiro trimestre

A TIM divulgou na noite desta terça, 6, seus resultados financeiros e operacionais referentes ao primeiro trimestre do ano. A receita bruta da TIM no trimestre caiu 3,2%, para 6,8 bilhões, na comparação com o primeiro trimestre de 2014, mas na comparação com o trimestre anterior a queda foi de quase 10%. A receita líquida caiu no comparativo entre o primeiro trimestre deste ano e o mesmo período de 2014 3,3%, para R$ 4,5 bilhões. Os segmentos que mais tiveram queda de receita foram interconexão, com queda de 38,7% no primeiro trimestre na comparação com o mesmo período de 2014, fechando em R$ 475 milhões; longa distância, com queda de 11,4% e um total de R$ 722 milhões no trimestre; assinaturas e utilização, com queda de 7,8% para R$ 2,584 bilhões; e um aumento expressivo nas receitas de serviços adicionados, que subiram 21,8%, para R$ 1,825 bilhão. A queda no uso se deve ao cenário econômico, diz a TIM, enquanto a queda na interconexão é decorrente da redução das tarifas de VU-M.

Notícias relacionadas
Apesar do crescimento de receitas com serviços de valor adicionado, o segmento de SMS caiu 28% no primeiro trimestre em relação ao mesmo período de 2014, indicando a forte canibalização desse serviço pelos serviços OTT, como o WhatsApp, incluindo nos planos da TIM sem entrar no consumo de dados.

As receitas com serviços fixos subiram 6,6% no primeiro trimestre, para R$ 236 milhões, voltando a apresentar crescimento depois de quatro trimestres de queda. Na venda de aparelhos, as receitas cresceram 1,8% na comparação anual, para R$ 878 milhões.

A receita média por usuário da TIM (ARPU) caiu 5,5% no primeiro trimestre, para R$ 17, o que seria amenizado se não fosse a queda da VU-M. Também caiu a média de minutos utilizados, para 120 minutos, ou 14% a menos na comparação anual.

A TIM conseguiu reduzir as receitas em 5,3% no primeiro trimestre, para R$ 3,2 bilhões. Com isso, o EBITDA no primeiro trimestre foi de R$ 1,33 bilhão, uma alta de 1,7%, e a margem também subiu de 28% no primeiro trimestre de 2014 para 29,5% no primeiro trimestre deste ano. O lucro líquido trimestral foi de R$ 312 milhões, 16% a menos em relação a 2014.
A operadora investiu no primeiro trimestre R$ 924 milhões, ou 50,7% a mais em relação a 2014.

Dados operacionais

A operadora registrou cerca  de 42,3 milhões de usuários com smartphones 3G, de um total de 75,7 milhões.  E desses há 3 milhões de usuários 4G, e 44,8% dos usuários da TIM hoje são usuários de dados, segundo a empresa. Além disso, 90% dos celulares vendidos são smartphones.. Chama a atenção o elevado churn, já que no trimestre a empresa adicionou apenas 29 mil novas linhas, contra 486 mil no ano anterior. Foram nada menos do que 9,4 milhões de linhas brutas adicionadas, e uma desconexão de 9,3 milhões. No segmento pós-pago, a adição foi melhor, chegando a 507 mil usuários.

Infraestrutura

O TIM Live chegou a 150 mil clientes, dobrando a base em um ano, sendo 20 mil no primeiro trimestre, e a velocidade média é de 35 Mbps. São 26,6 mil edifício conectados.

São 1,5 mil pontos WiFi, que complementam o plano de ter 195 cidades cobertas com o Plano de Banda Larga Móvel, que é a integração das ERBs com fibra, core-IP e redes HSPA+, no mínimo. A rede 3G da TIM totaliza 1,414 mil cidades.
A operadora também divulga uma redução de 1,3% no consumo de energia elétrica, para 105,6 MWh no primeiro trimestre, o que se deve aos acordos de compartilhamento e troca de equipamentos com baixa eficiência.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile