Localização e personalização melhoram resultados da publicidade

O uso de dispositivos móveis, como smartphones e tablets mudou o cotidiano das pessoas e, por consequência, está mudando também o mundo da publicidade. Agências e anunciantes estão se rendendo a um marketing direcionado mais eficaz em termos de resultados e mais relevante para o consumidor. O uso de ferramentas de marketing programático e de informações de hiperlocalização foi tema de painel do último dia do 14o Tela Viva Móvel, promovido em São Paulo pela Converge Comunicações, que edita este noticiário.

Notícias relacionadas

Para o diretor geral da IMS – Internet Media Services no Brasil, Alexandre de Freitas, a América Latina tem um perfil em que cerca de 60% da audiência é formada por pessoas abaixo dos 35 anos e 9 em cada 10 pessoas utilizam diariamente um dispositivo móvel. "É um consumidor hiperconectado, que convive com múltiplas telas ao mesmo tempo, que busca informações relevantes e está disposto a fornecer dados pessoais em troca delas e que é influenciado pelas mídias sociais. É importante comprar audiências em diferentes meios para poder experimentar", afirma Freitas.

"O marketing programático permite a compra de mídia em grande escala, em tempo real, com o target certo, no momento certo e na hora certa", comenta a diretora geral da DynAdmic no Brasil, Lara Krumholz. Ela cita como exemplo anúncios para quem está em um estádio assistindo ao replay de um gol num dispositivo móvel durante o intervalo da partida ou para um determinado grupo que está na praia com target de clima, se a temperatura estiver acima de 35oC ou se estiver chovendo. "Contextualização é importante porque cria engajamento entre uma marca e o consumidor". O sócio e diretor executivo da MPP Interativa, Marcelo Póvoa, concorda e acrescenta:  "Quanto mais personalizado, mais relevante para o usuário".

Para o sócio e Head de Mobile e Operação nos EUA da F.biz, Marcelo Castelo, o uso da localização pode oferecer melhor taxa de conversão de vendas. "Fizemos uma ação com a Netshoes em parceria com o Gloogle para quem estivesse no Shopping Iguatemi e buscasse por tênis. O resultado de conversão de vendas foi três vezes maior". Anúncios direcionados em eventos fechados também funcionam bem, mas é preciso cautela com a questão da privacidade.

Outra possibilidade é explorar o uso da segunda tela com anúncios sincronizados com o que aparece na TV usando soluções de TV Sync. "Impactamos pessoas online com uma campanha da Chilli Beans junto com o programa Superstar e o índice de acessos ao site do anunciante nessa solução de TV Sync foi enorme. Fizemos o mesmo com anúncios online da Natura explorando a segunda tela nos capítulos finais da novela 'Império', quando o merchandising aparecia na TV, e aumentamos o CTR em 30%", conta o CEO da Melt, Guilherme Mamede.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.