Transmissão da Copa das Confederações poderá custar até R$ 31,6 milhões ao Minicom

A Telebras, por meio de sua empresa subsidiária Telebras Copa, foi contratada pelo Ministério das Comunicações para fornecer serviços de banda larga para a Fifa, a fim de garantir as transmissões dos jogos da Copa das Confederações. O contrato pode atingir o valor máximo de R$ 31,6 milhões. O extrato do contrato foi publicado na edição desta segunda, 6, do Diário Oficial da União (DOU).

Serão links que totalizam 20 Gbps, conectando cada um dos estádios participantes do evento que vai de 15 a 30 de junho – Salvador, Rio de Janeiro, Fortaleza, Brasília, Belo Horizonte e Recife – ao centro de produção de imagens da Fifa, localizado na capital mineira.

De acordo com a Telebras, esses links garantem uma qualidade acima do praticado hoje no mercado de telecomunicações, que, conforme exigência da Fifa, atingem o patamar mínimo de disponibilidade de 99,99%. Os primeiros testes práticos exigidos pela Fifa foram realizados na semana passada, com a simulação de transmissão de 20 feeds HD. Segundo fontes da Telebras, o teste foi um sucesso absoluto, com praticamente nenhuma perda de pacote, mesmo em condições de infraestrutura para as instalações ainda precária.

A Telebras Copa foi criada em 2 de outubro do ano passado pela estatal com o objetivo de prestar serviços de telecomunicações à Fifa durante a Copa das Confederações de 2013 e a Copa do Mundo de 2014.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.