Países africanos aceitam rever opção pelo DVB-T

Brasil e Japão obtiveram uma importante vitória na disputa pela internacionalização do padrão de TV digital ISDB-Tb. Em uma reunião que contou com 15 países africanos (11 países da África Setentrional mais quatro convidados) para definir o futuro da TV no continente, as delegações do Brasil e do Japão conseguiram reverter um acordo, celebrado após recomendação da UIT, para que o continente adotasse, em conjunto, o padrão europeu de TV digital terrestre, o DVB-T.
Segundo André Barbosa, assessor especial da Casa Civil, que participou do encontro representando o governo brasileiro, os 15 países optaram por derrubar a resolução anterior. Isso não significa a adoção do padrão nipo-brasileiro, mas que as discussões, e disputas, continuam. A nova recomendação é pelo teste comparativo entre os padrões existentes, bem como pela negociação envolvendo transferência de tecnologia e investimentos na indústria local. A mudança nos planos dos países africanos foi encabeçada por três países: África do Sul, Angola e Moçambique.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.