TIM virtualiza funções para permitir home office de técnicos de gestão de rede

Foto: Pixabay

Com já 100% do atendimento próprio atuando em trabalho remoto, a TIM agora estendeu o regime de home office para cerca de 500 funcionários do Centro de Operação Remota de Rede e Serviços (iSOC). A operadora detalhou nesta segunda-feira, 6, que a solução em nuvem teve desenvolvimento interno, e que em três dias, os técnicos e engenheiros responsáveis pela instalação e manutenção da rede 4G e do Centro de Operações da Rede Fixa (COP) passaram a realizar as funções remotamente. 

A medida foi uma das mencionadas na carta compromisso enviada à Anatel na última sexta-feira, 3. A empresa diz que a ferramenta interna, chamada TIM Cloud UC, viabilizou as operações de monitoramento, garantindo acesso seguro para a manutenção da rede. A solução é parte do portfólio da operadora para clientes corporativos (para a qual também disponibiliza recursos complementares ao PABX).

Notícias relacionadas

Todas as funções dos centros físicos da gerência de rede da TIM no Rio de Janeiro (Gamboa) e em São Paulo (Lapa e Santo André) foram virtualizadas. A empresa diz que foi criada uma solução dentro da plataforma de PABX existente, em ambiente virtual, para dar acesso dos profissionais por meio de computadores e smartphones. Os ramais da equipe de campo também foram redirecionados, o que resultou na transferência de toda a árvore de telefonia da companhia para 280 ramais virtuais.

Em comunicado, o CTIO da TIM Brasil, Leonardo Capdeville, destaca a agilidade para a implantação da plataforma, e que a mudança foi "imperceptível para o cliente", visando a garantia da segurança das equipes. "Conseguimos colocar o projeto em funcionamento em tempo recorde. A transformação de uma estrutura desta magnitude em 100% digital levaria normalmente de 15 a 30 dias para ser instalada e habilitada para uso dos nossos colaboradores", explica o executivo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.