Mercado brasileiro de smartphones cresce 55% em 2014 e caminha para o 4G

O mercado brasileiro de smartphones cresceu 55% em 2014, quando vendeu 54,5 milhões de aparelhos, segundo levantamento da IDC divulgado nesta segunda-feira, 6. Isso equivale a um ritmo de compras de 104 dispositivos por minuto durante o ano – na análise da entidade, o desempenho poderia até ter sido melhor, não fossem fatores como a Copa do Mundo e as eleições, embora cite também a alta do dólar, que só realmente mostrou variação significativa em 2015. Somente no quarto trimestre, o Brasil bateu recorde com a venda de 16,2 milhões de smartphones, aumento de 43% no comparativo anual e de 14% em relação ao terceiro trimestre de 2014.

Notícias relacionadas
O estudo afirma ainda que o LTE vem ganhando força e deve se tornar a preferência: 15% dos dispositivos vendidos no ano passado possuíam a tecnologia 4G. Em 2015, essa proporção deverá ficar entre 30% e 35%, ainda mais se considerando o barateamento dos chipsets compatíveis com a quarta geração.

Para este ano, a previsão para o mercado de smartphones em geral é de crescimento de 16%, "apesar do cenário econômico desfavorável", totalizando assim 63,3 milhões de unidades comercializadas. A expectativa se justificaria por uma "popularização cada vez maior do smartphone, atuação da rede varejista e movimento de lojas conceito". A avaliação também é de que o consumidor brasileiro estaria mais atento à relação custo-benefício dos aparelhos, optando por dispositivos intermediários. O sucesso de vendas do smartphone mais vendido do Brasil, o Moto G, indica isso.

A IDC aponta ainda para a estimativa de que o País tem 95% do mercado concentrado em seis marcas (não diz quais são, mas provavelmente são encabeçadas por Samsung, Motorola e LG), o que não aconteceria em países emergentes. A análise da empresa é que o brasileiro valoriza a marca dos smartphones, e que, por isso, novos players – como a Xiaomi, por exemplo – terão de enfrentar um "grande desafio" para se estabelecer.

Quarto maior mercado do mundo

Contabilizando também os feature phones, o mercado brasileiro encerrou o ano passado com a venda de 70,3 milhões de aparelhos, aumento de 7% em relação a 2013. O País fica assim atrás apenas de China, Estados Unidos e Índia no ranking de países com maior mercado de celular do mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.