TCO só foi à licitação do SMP para se precaver contra concorrentes

Mario Cesar Araujo, presidente da TCO, explicou que a empresa desistiu de participar da licitação das sobras do SMP realizada dia 5, mesmo depois de ter depositado a garantia, porque aguardava que outras empresas comparecessem à licitação. "Como estas empresas não foram, nós optamos por desistir". Araujo explicou ainda que do ponto de vista comercial, a TCO nunca achou que o SMP fosse um negócio vantajoso, mas admitiu que algumas áreas como Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e até São Paulo ("apesar de São Paulo ser caro"), interessam à operadora. Seguindo a lógica do raciocínio, Araujo também confirmou que a TCO não considera a Telemar como uma possível concorrente para as suas áreas de interesse no SMP.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.