Qualcomm aposta em banda não licenciada com LTE

A Qualcomm reforçou sua estratégia de promover conectividade sobretudo para a Internet das Coisas. O presidente da companhia, Derek Aberle, ressaltou que há necessidade de espectro, mas que novas tecnologias estão procurando contornar isso, como no caso do 4G em acesso com banda não licenciada, o LTE-U. "Fizemos testes e acreditamos que será um meio mais eficiente de utilizar espectro não-licenciado", contou nesta segunda-feira, 5, na CES 2015, em Las Vegas. "Estamos vendo a necessidade de operadoras utilizarem todo o espectro disponível, incluindo o não-licenciado. Vemos como oportunidade para canais suplementares", explica o executivo, citando aplicações em redes heterogêneas com small cells.

Incentivou ainda o uso do Wi-Fi em tecnologia de múltiplo input (MIMO) no padrão 802.11ac e até o .11ad. A companhia afirmou ter parceria com empresas como D-Link, Nec, TP-Link, Xiaomi e Acer para fornecer a tecnologia de acesso simultâneo. A Qualcomm também apresentou a primeira solução triband Wi-Fi, o Qualcomm Vive, que utiliza banda de curto alcance de 60 GHz e dois tipos de 802.11ac. "Com isso dá para transmitir vídeo 4K", ressalta o presidente da companhia, Derek Aberle. "Quando se pensa em tecnologia de 60 GHz, o vídeo pode ser transmitido para a TV em poucos minutos", garante.

Notícias relacionadas

A companhia reforçou ainda parceria para mobile health com a rede de drogarias Walgreens e o laboratório Novartis para otimizar os testes clínicos, utilizando a plataforma de monitoramento de saúde da Qualcomm, a 2Net.

A Qualcomm apresentou também seu processador de última geração para dispositivos móveis, o Snapdragon 810. O componente, que conta com LTE com suporte ao Cat 10, para 400 Mbps de downlink e 100 Mbps de uplink, já começa a chegar a dispositivos este ano: o primeiro é o LG GFlex 2, anunciado também na feira em Las Vegas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.