Vivo concentra no último trimestre 37% do investimento para o ano

O presidente da Vivo, Roberto lima, afirmou nesta quinta-feira, 05, em teleconferência para comentar os resultados da companhia no terceiro trimestre do ano, que manterá a expectativa de investimento para o ano de R$ 2,7 bilhões. Nos primeiros noves meses do ano foram investidos R$ 1,7 bilhão, de forma que para o último trimestre a operadora ainda tem em caixa pouco menos de R$ 1 bilhão para investir.
O executivo explica que é normal a concentração de investimento no final do ano em função do uso mais intenso da rede com crescimento das chamadas de longa distância, da captação de novos usuários e da necessidade de intensificar o investimento nas lojas. "Esse investimento terá uma concentração forte na rede para aumentar a capacidade a cobertura; o segundo grupo de investimento é nos sistemas de informação e depois nas lojas", disse. Roberto Lima acrescenta também que esse aumento no uso da rede acontece de forma proporcional à atratividade dos novos planos que serão lançados pela companhia para o fim do ano.
Balanço

Notícias relacionadas
O executivo mencionou que no terceiro trimestre, pela primeira vez, a receita com banda larga móvel foi semelhante à receita com SMS e MMS, tradicionais serviço de dados das operadoras. Na comparação com o segundo trimestre do ano a receita com Internet móvel (que engloba o serviço prestado através do modem ou através de smartphones) cresceu 24% na comparação com o terceiro trimestre de 2008 e 76% na comparação com o trimestre anterior. Com o crescimento, a receita com Internet móvel passou a representar mais de 46% da receita de dados e SVA, aproximadamente a mesma representatividade que detêm as receitas de SMS e MMS. A receita de dados e SVA foi de R$ 510,5 milhões, o que é 11,5% maior que no segundo trimestre do ano e 40,1% maior que no mesmo período do ano passado.
A empresa encerrou o terceiro trimestre com lucro líquido de R$ 340 milhões, 153,9% superior ao valor obtido no mesmo período de 2008. No acumulado do ano, o lucro líquido registrado foi de R$ 635,9 milhões, 72,7% maior que o registrado no acumulado do ano passado. A margem EBITDA do terceiro trimestre foi de 34,4%, representando um crescimento de 1,9 pontos percentuais em relação ao mesmo período do ano passado e de 4 pontos percentuais quando comparada com o segundo trimestre. O EBITDA no trimestre foi de R$ 1,4 bilhão, um aumento de 6% em relação ao mesmo período do ano passado.
Clientes
A Vivo obteve 31,2% de participação de adições líquidas – mais de 2,03 milhões de novos acessos no período. Com isso, a empresa finaliza setembro com 48,8 milhões de clientes e amplia seu market share de 29,3% no segundo trimestre do ano para 29,4% no terceiro. Cabe ressaltar que no terceiro trimestre de 2008, a Vivo tinha 30% de market share.
O ARPU de R$ 26,4 no trimestre registra redução de 10,2% em relação ao mesmo período do ano passado. Quando comparado com o segundo trimestre do ano, o ARPU apresenta crescimento de 0,4%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.