Base móvel cresce pelo segundo mês consecutivo em agosto

Foto: Pixabay

[Publicado no Mobile Time] A base de linhas móveis em serviço no Brasil cresceu 0,6% em agosto, em comparação com julho, chegando a 227,3 milhões. É a primeira vez que o número aumenta por dois meses consecutivos em 2020. Em relação a um ano atrás, porém, o resultado representa uma queda de 0,4%.

O crescimento em agosto se concentrou na modalidade pós-paga, que agora soma 113,4 milhões de linhas, com um ganho de 1,4 milhão em um mês. No intervalo de um ano, a base pós-paga aumentou em 7,7 milhões de linhas, crescimento de 7,2%.

O pré-pago, por sua vez, ficou estagnado em agosto na comparação com julho, com 113,9 milhões de linhas. Em 12 meses, contudo, a base pré-paga diminuiu 7%, com 8,7 milhões de linhas a menos.

Agora o pré-pago representa 50,1% da base móvel brasileira e o pós-pago, 49,9%.

Tecnologias

A base 4G segue aumentando no Brasil, em substituição às tecnologias anteriores. Em agosto, a quantidade de linhas em dispositivos 4G alcançou 163,5 milhões, ou 72% do total. O 3G e o 2G, por sua vez, continuam em queda e fecharam o referido mês com 36,8 milhões e 27,7 milhões, respondendo por 16% e 12% da base brasileira, respectivamente.

Operadoras

A Vivo mantém a liderança do mercado brasileiro, com 33,3% de market share, ou 75,7 milhões de linhas em serviço. Em segundo lugar vem a Claro, com 24,6% de participação (56 milhões de linhas), seguida pela TIM (51,8 milhões, ou 22,8% de share) e pela Oi (36,6 milhões, ou 16,1% de share).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.