Velocidade da Viasat no Brasil é comparável ao da Internet fixa, diz Speedtest

A Ookla, companhia que detém a plataforma de medição de velocidade de Internet Speedtest, levantou informações sobre o desempenho da Viasat no Brasil. Em relatório divulgado nesta semana, a companhia estabelece que, no segundo trimestre, a empresa apresentou uma velocidade de download "comparável com banda larga fixa", embora tenha ficado muito aquém no upload. 

Segundo o levantamento, a velocidade média de download da Viasat, que atualmente utiliza apenas a capacidade em banda Ka do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações (SGDC) da Telebras, foi de 60,30 Mbps no período, o que a Ookla acredita ser "muito próximo" da banda larga fixa brasileira, que mostrou a média de 61,38 Mbps no mesmo intervalo. 

A questão é que o upload da Viasat foi de apenas 1,05 Mbps, contra 28,75 Mbps da Internet fixa. A latência também foi bem maior (613 ms, contra 7 ms na fixa), embora isso seja natural devido à tecnologia de satélite geoestacionário (GEO). 

Notícias relacionadas

O levantamento com base no Speedtest só incluiu a Viasat para o Brasil, mas destacou na América do Sul o desempenho da Hughes, com a operação de banda larga satelital Hughesnet. Ela foi a única empresa citada no Chile (onde obteve velocidade média de 15,43 Mbps de download, 3,23 Mbps de upload e latência de 678 ms) e Colômbia (velocidade de 9,28 Mbps, upload de 3,03 Mbps e latência de 799 Mbps), onde foi registrado o desempenho mais fraco da empresa. 

Vale lembrar que o mesmo satélite Eutelsat 65 West A é utilizado pela Hughes na cobertura do território brasileiro, mas não nesses outros países sul-americanos. 

Outras realidades

Em 2021, o mercado global de banda larga por satélite mostrou uma competição maior com maior disponibilidade da operação da Starlink, empresa do bilionário norte-americano Elon Musk e que utiliza constelação de baixa órbita (LEO), embora ainda em fase beta. No Brasil, há a expectativa de que a operação seja lançada ainda neste ano.

Neste cenário, o Speedtest fez comparação com os principais competidores desse serviço, a Hughes e a Viasat, nos Estados Unidos. A Starlink saiu vencedora no segundo trimestre, com velocidade de 97,23 Mbps e latência de apenas 45 ms, graças à arquitetura LEO. Confira no gráfico abaixo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.