Serviço de mensagens da Samsung alcança 3 milhões de usuários no Brasil

O ChatOn, serviço de mensagens instantâneas da Samsung para dispositivos móveis, alcançou a marca de 3 milhões de usuários no Brasil. Isso representa aproximadamente 4% da base mundial do serviço, hoje composta de 79 milhões. De acordo com a empresa, os brasileiros trocam em média 2,4 milhões de mensagens por semana pelo ChatOn.

O serviço permite o envio de mensagens de texto e de áudio, assim como o compartilhamento de fotos e de desenhos feitos diretamente na tela dos dispositivos.

Análise

Toda empresa do mundo digital que constrói uma base significativa de usuários acaba por criar um serviço próprio de mensagens instantâneas. É uma forma de fidelizar seus consumidores e estimular a expansão do seu produto para os amigos deles. A BlackBerry fez isso em seus tempos áureos, com o BlackBerry Messenger. O Google tem o Gtalk. A Apple, o FaceTime (para chamadas de vídeo). E o Facebook, o Messenger (inclusive com aplicativo móvel independente daquele da rede social). Cada um desses serviços não se comunica com os demais. São feudos, ilhas de comunicação, justamente para proteger seus usuários. Quanto mais mensagens trocadas dentro deles, quanto mais gente e amigos conectados, menor o risco de perder os clientes. São, na prática, serviços acessórios para garantir a venda de outros produtos, como smartphones, ou o acesso a sites web, como redes sociais.

Disputam o mesmo espaço serviços independentes, cujo foco principal do negócio é justamente a comunicação. Estes têm como vantagem a possibilidade de criar versões independentemente do sistema operacional ou do fabricante do dispositivo, o que é mais democrático. É o caso de WhatsApp, Viber, Skype, KakaoTalk e WeChat. A desvantagem é nem sempre virem embarcados nos smartphones e tablets, requerendo o download pelo usuário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.