Telecom Italia anuncia estratégia 5G e cobertura em nove cidades até fim do ano

Telecom Italia. Fonte: Flickr

Controladora da TIM, a Telecom Italia detalhou nesta sexta-feira, 5, os planos para o roll-out 5G no país europeu. Após anunciar na semana passada a chegada do serviço em áreas de Roma e Turim, a companhia divulgou que Nápoles também passa a contar com a opção. Até o fim do ano, a cobertura deve chegar em pontos de outras seis cidades italianas (Milão, Bologna, Verona, Florença, Matera and Bari), bem como em 30 destinos turísticos, 50 distritos industriais e 30 projetos específicos para grandes empresas.

Até 2021, a expectativa é ampliar a cobertura para 120 cidades, 200 pontos turísticos, 245 distritos industriais e 200 projetos para clientes corporativos. Segundo a empresa, muitos municípios devem ter acesso também ao FWA (rede fixo-móvel). No momento, as velocidades 5G reportadas vão até 2 Gbps, mas a Telecom Italia vislumbra incremento progressivo até 10 Gbps. No leilão 5G italiano realizado no ano passado, a companhia arrematou espectro em 700 MHz, 3,7 GHz e 26 GHz por 2,4 bilhões de euros; meses depois, um acordo de lançamento conjunto de infraestrutura com a Vodafone Italia foi firmado pelo grupo.

Entre as fabricantes de aparelhos parceiras da Telecom Italia estão Samsung e Xiaomi, cujos smartphones 5G já estão disponíveis para clientes da operadora; a Oppo deve se juntar à dupla "em breve". Os primeiros planos de quinta geração para o consumidor final foram precificados a partir de 29,99 euros mensais – neste caso, com pacote de dados de 50 GB. Já os corporativos saem por pelo menos 60 euros mensais (no pacote de 100 GB). A TIM ainda oferecerá roaming 5G em seis países, começando por Áustria, Grã-Bretanha e Suíça ainda em julho; Espanha, Alemanha e Emirados Árabes devem completar a lista.

No Brasil, a empresa realizou na semana passada o primeiro teste 5G em rede comercial do País, a partir de parceria com a Huawei em Florianópolis (SC). A expectativa da empresa é que a experiência na Itália contribua para o desenvolvimento do serviço por aqui: após o leilão de frequências previsto para março do ano que vem, redes pré-comerciais da TIM deve iniciar operação ainda em 2020, com a operação comercial prevista para a partir de 2021.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.