Eletronet terá nova rota pronta e conexão com mais seis PTTs até fim do ano

Provedora de transporte de dados e trânsito IP que gere a rede de fibras da Eletrobras, a Eletronet deve concluir no segundo semestre de 2019 a iluminação de uma nova rota de 1,2 mil km de backbone ligando Bahia a Goiás. Na segunda metade do ano, a operadora também vai ampliar a entrega descentralizada de trânsito IP ao se conectar com seis novos pontos de troca de tráfego (PTTs, ou Internet Exchange Point no inglês) brasileiros.

As capitais Belo Horizonte, Recife e Natal, além das cidades de Campina Grande (PB) e Londrina e Maringá (ambas no Paraná), são os locais dos novos pontos onde a Eletronet estará presente até o final do ano; no momento, a empresa já disponibiliza a opção em nove pontos de troca de tráfego, atendendo um potencial de 2,3 mil ISPs. Com entrega descentralizada desde setembro passado, o serviço de IP nacional e internacional da operadora foi lançado em março de 2018.

Segundo o diretor de vendas e marketing da Eletronet, Cássio Lehmann, a linha de receitas já representa de 60% a 70% do volume de negócios atual. "Após 15 anos vendendo transporte, agora IP já é o principal produtos nas novas vendas. A resposta do mercado foi muito boa", afirmou o executivo, destacando ainda os acordos de peering com os principais players globais. O serviço de trânsito IP está presente em 155 pontos de presença (POPs) espalhados em 18 estados onde a operadora está presente com seus 16 mil km de redes OPGW.

Após 17 anos sem receber novos trechos, a extensão do backbone da Eletronet deve ser ampliada também no segundo semestre, com a conclusão da rota Serra da Mesa (GO) – Camaçari (BA). Com 1,2 mil km, o trecho deve suportar cinco novos POPs. "Ele é 100% OPGW e corta o nosso anel 7 em dois, o que facilita na redundância", pontua Lehmann. "Já em 2020, temos planos para [ligações do backbone até] Foz do Iguaçu (PR) e São Luís (MA). O cabo está lá instalado pela Eletrobras, só falta iluminar. Ainda assim, o investimento é alto", completa o executivo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.