TIM e Embratel, enfim, chegam a acordo na VU-M

Após quatro anos sem acordo, TIM e Embratel conseguiram se entender com relação ao valor da VU-M (Valor de Uso Móvel) e a Anatel reajustou as tarifas para as chamadas envolvendo as duas operadoras. Em ato publicado nesta sexta-feira, 5, a agência homologou um reajuste acima de 14% para as chamadas VC-2 e VC-3 para a Embratel nas ligações envolvendo os clientes da TIM.
O valor da correção, bem mais alto do que os 2,89% concedidos em março deste ano para a empresa nas ligações com outras operadoras móveis, se justifica pelo tempo decorrido desde a fixação do último valor em vigor: como não havia acordo na interconexão, a TIM passou os últimos anos com a tarifa homologada em 2004.
Na prática, os valores do VC-2 e VC-3 ficaram iguais aos praticados pela Embratel nas chamadas com outras móveis. A concessionária poderá cobrar, no máximo, R$ 1,10639 no horário normal e R$ 0,77447 na tarifa reduzida do VC-2 e R$ 1,25886 na tarifa normal e R$ 0,88120 na tarifa reduzida do VC-3. A decisão de reajustar as tarifas foi tomada por meio de circuito deliberativo do Conselho Diretor na última quarta, 3.

Notícias relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.