Publicidade
Início Newsletter Ericsson e TIM ativam rede 5G standalone no Planalto para mostrar agilidade...

Ericsson e TIM ativam rede 5G standalone no Planalto para mostrar agilidade e produção local

Ministro das Comunicações Fábio faria e Jair Bolsonaro ativam rede 5G Standalone no Palácio do Planalto

A Ericsson e a TIM lançaram nesta quarta, 5, em Brasília, o piloto de uma rede 5G Standalone em Release 16 operando no Palácio do Planalto e no Congresso Nacional. O teste foi parte das demonstrações realizadas no Digital Day, que integra o conjunto de eventos da Semana das Comunicações.

Segundo o CEO interino da Ericsson para o Cone Sul, Vinicius Dalben, o teste foi realizado na frequência de 3,5 GHz, com capacidade de 100 MHz de espectro, e utilizou equipamentos produzidos na fábrica da Ericsson em São José dos Campos. “Quisemos mostrar que o 5G produzido no Brasil já é uma realidade”, disse. A operação utiliza rede da TIM e o core standalone está instalado nos datacenters da operadora, integrado à rede 4G da empresa, e com todas as funcionalidades previstas no edital de 5G habilitadas.

Segundo Leonardo Capdeville, CTIO da TIM, ainda que seja um piloto, o objetivo foi demonstrar que a implantação de uma rede 5G standalone pode ser feita rapidamente. “Não estou dizendo que seja simples nem que não haja ajustes a serem feitos, mas com base na nossa estrutura atual foi perfeitamente possível avançar para a rede 5G”. Para Capdeville, os compromissos previstos pela Anatel no edital podem ser alcançados. “A gente já tinha um planejamento pensando em uma rede standalone, então o que vamos fazer agora é apenas intensificar o ritmo”, diz o executivo.

Notícias relacionadas

As demonstrações de aplicações ficaram restritas a uma exibição que acontece no Congresso Nacional com aplicações de segurança (no caso da Ericsson). Ainda não está definido se o Palácio do Planalto permanecerá com a conexão 5G instalada, até porque ela utiliza uma frequência autorizada em caráter experimental. A ativação da rede contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro e do ministro das Comunicações, Fábio Faria. Faria voltou a falar que até o final do ano haverá mais 20 pilotos sendo demonstrados, especialmente na área de agronegócio e infraestrutura.

Palavras medidas

Depois de mencionar o programa WiFi Brasil, viabilizado pela Telebras por meio do programa GESAC, o ministro Fábio Faria, das Comunicações, destacou a essencialidade da Internet e do 4G, e chamou o presidente Jair Bolsonaro de “presidente das comunicações”, exaltando a forma como o presidente se comunica com a população.

Ele também voltou a exaltar a importância do leilão de 5G e as perspectivas do leilão. O presidente Jair Bolsonaro fez o acionamento simbólico de funcionamento da rede, mas em seu discurso preferiu não falar de 5G, nem do edital do leilão, do setor de telecomunicações, da conectividade e nem da importância do edital para o agronegócio e saúde. “Vai ser uma revolução e o 5G chegou”, limitou-se a dizer.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile