Publicidade
Início Teletime Suspensa liminar concedida à Primav

Suspensa liminar concedida à Primav

José Henrique Castanheira, representante do consórcio Tess, vencedor da licitação da banda B de telefonia celular na área 2 (interior paulista), ainda não se arrependeu por confiar na Justiça. A liminar que reintegrava a Primav à Tess foi cassada pelo desembargador Telmo Cherem, do Tribunal de Justiça do Paraná ontem, dia 4, embora o consórcio não tivesse tomado conhecimento do fato de imediato. A liminar foi concedida no dia 13 de abril pelo juiz Carlos Eduardo Espínola, da 14a Vara Cível de Curitiba, enquanto o pedido de cassação foi feito pela Telia Overseas AB no dia 27 de abril. Ainda não há prazo para o julgamento do mérito. Em seu despacho, o desembargador determina que sejam enviadas cópias do recurso e da decisão ao juiz, requisitando informações a serem prestadas em dez dias, mesmo prazo concedido à Primav para apresentar resposta.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile