Obvious Fibra será ISP 100% digital a partir de rede neutra da V.tal

Pedro Arakawa, da V.tal, e Gonzalo Férnandez, CEO da Obvious

Apostando no conceito de "tel-tech", a Obvious Fibra está iniciando uma operação de banda larga fixa totalmente digital a partir da rede neutra da V.tal. A entrante lançou nesta terça-feira, 5, serviços de Internet fixa em 35 bairros da cidade de Serra (ES).

Após o piloto, a Obvious pretende expandir a operação para 23 cidades em oito estados nas regiões Sul, Sudeste e Centro Oeste, além do Distrito Federal. Com o uso da infraestrutura FTTH da V.tal e sem prever aportes para redes, a nova operadora deve direcionar todo o capital disponível à oferta de "conteúdo, marketing e atendimento aos clientes, com um suporte tecnológico nativo".

A Obvious Fibra tem como fundador e presidente o executivo Gonzalo Fernández Castro, ex-head de private equity para América Latina da gestora Partners Group. Segundo comunicado, outros profissionais da indústria de tecnologia e telecom e fundos de venture capital (ainda não revelados) do Brasil e do exterior também fazem parte da empreitada.

Notícias relacionadas

A empresa revelou plano ambicioso de conquistar 4 milhões de clientes nos próximos cinco anos, usando "inicialmente" a rede da V.tal. Das 15 milhões de casas com fibra disponível (HPs) ofertadas pela empresa nascida dos ativos da Oi, 4,2 milhões estão na área em que a Obvious vai iniciar atuação. Em um primeiro momento, planos de 200 Mbps serão oferecidos, mas como período de degustação de 500 Mbps por um ano aos novos assinantes.

"O setor de telecomunicações, junto com o setor de serviços financeiros, são os que têm a maior quantidade de usuários insatisfeitos. Por isso, queremos ser a primeira tel-tech do Brasil que entrega o óbvio que ninguém oferece até este momento: internet veloz, acessível e de alta qualidade, com um preço transparente e justo, além de um serviço impecável ao cliente", argumentou Fernández, em comunicado de lançamento da Obvious Fibra.

A chegada iminente de players 100% digitais para a banda larga foi apontada ao TELETIME pela V.tal no fim de 2021. "Possibilitar a entrada de um novo player no mercado de internet brasileiro consolida a nossa estratégia de atuação como empresa de rede neutra", sinalizou o CCO da V.tal, Pedro Arakawa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.