Anatel diz que teles não têm conhecimento técnico para bloqueio de celulares em presídio

A Anatel recomendou o aluguel dos bloqueadores de sinais de telecomunicações pelas secretarias de segurança pública para que se iniba de forma mais eficiente o uso ilegal de celulares dentro dos presídios. A sugestão é do gerente de Regulamentação da Anatel, Nilo Pasquali, que participou, nesta quarta-feira, 5, de audiência pública da Comissão Especial que estuda alterações na Lei de Execução Penal na Câmara dos Deputados.

Pasquali destacou que as prestadoras de telefonia móvel não possuem conhecimentos técnicos para o bloqueio do sinal, uma vez que o objetivo destas empresas é justamente a popularização e eficiência do serviço de telefonia.

De acordo com Nilo Pasquali, a opção de aluguel dos equipamentos, em vez da compra e gestão dos bloqueadores pelo próprio governo, favorece a economia no curto prazo e a agilidade necessária para a atualização tecnológica dos equipamentos. Além disso, afirma que é necessário que a população local conheça a existência dos bloqueadores para que as prestadoras de telefonia móvel possam melhor tratar as reclamações, uma vez que interfere nas comunicações da população próxima. Segundo o gerente de regulamentação da Anatel, há o agravante de que a maioria dos presídios no País se encontra em zonas urbanas.

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.