Oi nomeia diretora da Uber Brasil para o conselho

pixabay.com

A Oi nomeou a diretora geral da Uber Brasil, Claudia Quintella Woods, para ocupar uma vaga no conselho de administração da companhia. Conforme informou a operadora em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) na noite da quarta-feira, 4, a posição estava vaga e segue a complementação do mandato estabelecido em assembleia geral de acionistas realizada dia 17 de setembro de 2018. Assim, ela passa a ser a segunda mulher a compor o conselho da tele, ao lado de Maria Helena dos Santos.

No comunicado, a Oi diz que Claudia Woods tem experiência em planejamento estratégico, marketing e vendas, incluindo startups digitais e multinacionais. Além da posição atual na Uber, que ocupa desde fevereiro do ano passado, ela atuou como diretora de varejo e, depois, como superintendente executiva de canais digitais do Banco Original. Ela teve passagens ainda em sites de e-commerce como Webmotors, Walmart, Netmovies e Clickon.

Segundo a empresa, a nomeação de Woods "reforça o perfil complementar, multissetorial e de larga experiência em atuação em mercados nacionais e internacionais do conselho de administração da Oi, que passa a ser composto por dez membros independentes".

Agora, a composição do conselho de administração da Oi é a seguinte: Eleazar de Carvalho Filho, como presidente; Marcos Grodetzky, vice-presidente; Claudia Woods; Henrique José Fernandes Luz; José Mauro Mettrau Carneiro da Cunha; Marcos Bastos Rocha; Maria Helena dos Santos Fernandes de Santana; Paulino do Rego Barros Jr.; Roger Solé Rafols; e Wallim Cruz de Vasconcellos Junior.

Entra e sai

Tirando Woods e Solé, todos tomaram posse no dia 19 de setembro de 2018 e têm um mandato de dois anos. Solé, ex-executivo da Vivo e da TIM, é atualmente vice-presidente de marketing da Sprint e foi indicado em outubro daquele ano para o lugar de Marcos Duarte de Santos, que havia desistido pouco tempo antes. Já Claudia Woods assume a posição que foi até junho do ano passado de Ricardo Reisen de Pinho, que saiu da companhia divulgando uma carta com alertas e críticas à Oi.

A assembleia de setembro de 2018 decidiu a composição de um novo conselho da companhia. Na época, isso incluiu a nomeação de Rodrigo Abreu, que viria a se tornar presidente no começo deste ano, após saída de Eurico Teles.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.