5G terá 1,8 bilhão de conexões no mundo em 2025

Foto: Pixabay

[Publicado no Mobile Time] Em 2025, uma em cada cinco conexões móveis (excluindo aquelas de IoT) será 5G, ou seja 20% do total, prevê a GSMA. Isso significará 1,8 bilhão de conexões em quinta geração no mundo. O 4G, por sua vez, representará 56% do total. Ao fim do ano passado o 4G era 52%. Os dados fazem parte do novo relatório global publicado pela associação nesta quinta-feira, 5.

Entre 2019 e 2025, a base mundial de conexões móveis passará de 8 bilhões para 8,8 bilhões, sem contar aquelas usadas em Internet das Coisas (IoT), como as linhas presentes em máquinas de POS, por exemplo. No mesmo intervalo, a base mundial de usuários de serviços móveis passará de 5,2 bilhões para 5,8 bilhões de pessoas, subindo de 67% para 70% da população global. Se considerados apenas os usuários que acessam a Internet através de dispositivos móveis, ou seja, aqueles com aparelhos 3G, 4G ou 5G, a base crescerá em média 4,6% ao ano e passará de 3,8 bilhões para 5 bilhões no referido período.

Notícias relacionadas

A participação dos smartphones sobre a base de 8,8 bilhões de conexões móveis em 2025 será de 80%, um aumento de 15 pontos percentuais em comparação com 2019.

A base mundial de conexões de IoT, por sua vez, vai dobrar até 2025, passando de 12 bilhões para 24,3 bilhões, projeta a GSMA.

Economia

A contribuição da indústria móvel para o PIB mundial passará de US$ 4,1 trilhões em 2019 para US$ 4,9 trilhões em 2025, com sua participação sobre o total subindo de 4,7% para 4,9%.

A GSMA estima que em 2019 a indústria móvel pagou em impostos e taxas um total de US$ 490 bilhões, sem contar gastos com leilões de espectro. O setor emprega 16 milhões de pessoas diretamente e 14 milhões de pessoas indiretamente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.