Venda de tablets mais que triplica em 2012 no Brasil

No ano passado, foram vendidos 3,1 milhões de tablets no Brasil, o que representa um crescimento de 222% em relação ao ano anterior. Apesar de o aparecimento de modelos com preços mais atrativos, que tornaram o produto mais acessível, houve aumento nas vendas de todas as categorias de tablets, conforme aponta pesquisa do IT Data.

Em 2011, o preço médio de um tablet ultrapassava R$ 1 mil. No quarto trimestre do ano passado, aparelhos abaixo de R$ 500, no entanto, representaram 56% das vendas. Mesmo assim, os tablets com faixa de preço superior a este valor também registraram alta nas vendas, mostrando o grande interesse do consumidor pelo produto.

No ambiente corporativo, entretanto, a adoção de tablets ainda é pequena. As 1.140 companhias entrevistadas pela IT Data revelam que a proporção desse dispositivo móvel em relação aos PCs ainda é baixa — para cada 100 computadores, havia 1,1 tablet. A consultoria aponta essa baixa penetração com uma grande oportunidade de crescimento. “Há tendência de crescimento neste segmento, mas as empresas simplesmente não compram o produto. São muito mais importantes as soluções e o suporte que o acompanharão”, avalia o diretor de pesquisas do IT Data, Ivair Rodrigues.

A consultoria prevê que, neste ano, as vendas de tablets no país devem superar a marca de 5,1 milhões de unidades, ou 67% de aumento. “Verificamos que as pessoas que estão comprando tablets já possuem um PC. Ou seja, elas não substituíram seu computador, e sim compraram mais uma opção de um produto tecnológico que possui mais mobilidade”, completa Rodrigues. Segundo ele, a venda de notebooks, em unidades, ainda é três vezes maior que a de tablets.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.