Oi consegue crédito rotativo de US$ 1 bilhão com bancos internacionais

As empresas Telemar Norte Leste, Brasil Telecom S/A, TNL PCS e 14 BRT, que compõem o grupo Oi, conseguiram uma linha de crédito rotativo (revolver credit facility) de US$ 1 bilhão junto a nove bancos internacionais a um custo de Libor +0,90% ao ano. A Oi pode fazer uso do crédito rotativo a qualquer momento, dentro do prazo de cinco anos.

Notícias relacionadas
O consórcio de instituições financeiras tem como líderes os bancos Bank of America N.A Merrill Lynch, Pierce, Fenner & Smith Incorporated, HSBC Securities (USA) Inc, RBS Securities Inc e Citibank N.A. Também participaram, em diferentes níveis, os Bancos Tokio Mitsubishi UFJ, Barclays PLC, Deutsche Bank AG, Morgan Stanley N.A e Sumitomo Mitsui.

Em comunicado, o grupo Oi afirma que não pretende utilizar o crédito no momento. “A Oi tem atualmente uma situação de caixa bastante confortável. Esta operação forma um significativo colchão de liquidez, fortalecendo a estrutura de capital e o perfil de crédito do grupo, além de possibilitar maior eficiência da gestão do caixa”, disse o diretor de Tesouraria da Oi, Bayard Gontijo, em nota.

A empresa enfatiza que a operação reafirma a confiança do mercado na solidez da tele, “mostrando o bom momento do País e da companhia, pois é um sinal inequívoco de que os bancos estão confortáveis com o perfil de crédito da Oi, que teve a capacidade de fechar uma operação deste porte mesmo num cenário desafiador, de muita volatilidade nos mercados”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.