Apesar da crise, Telefônica aposta em crescimento

A Telefônica não fez nenhum tipo de revisão em seu orçamento por conta da crise financeira. Segundo Antônio Carlos Valente, presidente da concessionária, a empresa não tem dívida em dólar, está bem capitalizada e mantendo todos os seus programas de investimentos. "Não temos até o momento nenhum indício que possa produzir alguma apreensão, mas estamos monitorando todos os dias", frisou.
De acordo com Valente, os investimentos que foram contratados estão em andamento e as projeções de faturamento da companhia para 2008 são positivas. "A perspectiva para este ano é que a Telefônica tenha um ligeiro crescimento em relação a 2007", revelou o executivo.

WiMAX

Notícias relacionadas

Quanto à proposta de nova atribuição da faixa de 3,5 GHz, colocada em consulta pública pela Anatel nesta terça, Valente disse que, sob ótica do interesse nacional, certamente esse é o momento adequado para criar regras para oferta do WiMAX. Na visão do executivo, todas as empresas estão mobilizadas com relação à implementação da banda larga e as freqüências para WiMAX e para outras soluções são muito importantes para que se leve o serviço a todos os municípios.
No entanto, Valente não entrou em detalhes sobre o interesse da Telefônica em adquirir essas freqüências, alegando que a atratividade do leilão vai depender dos preços mínimos que serão estabelecidos, dos prazos de pagamentos e das exigências de cobertura. "É muito difícil fazer uma avaliação sobre características especificas do edital sem conhecê-lo", ressaltou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.