Para Lloyds, pacote não afeta rentabilidade das telecomunicações

Na avaliação do Lloyds Asset Management, a rentabilidade do setor brasileiro de telecomunicações, em 1999, deverá ser a menos afetada pelos efeitos do pacote fiscal lançado pelo governo. Espera por uma retração da ordem de 4%. Isso, principalmente, porque as metas de investimentos tendem a ser cumpridas e porque a demanda continuará firme em telefonia fixa. No mesmo estudo da LAM, os setores que tendem a ser mais atingidos pela recessão são os de bens de consumo e o bancário. No caso de bens de consumo, a retração da rentabilidade das companhias listadas na Bovespa deve ser, em média, de 27%. No caso dos bancos, cerca de 19%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.