WhatsApp é uma "operadora pirata", critica Amos, da Vivo

A Telefônica/Vivo nunca vai oferecer pacotes de zero-rating com o WhatsApp, pelo que garantiu o presidente da operadora, Amos Genish, ao falar da concorrência com as empresas over-the-top (OTT) no mercado. Na visão do executivo, o serviço de mensagens e de voz sobre IP do Facebook é uma "operadora pirata" e age na ilegalidade. "O WhatsApp é bem mais perigoso que o Netflix, é uma ameaça que precisamos entender melhor", disse o executivo em conversa com jornalistas nesta terça, 4, durante o Congresso ABTA 2015.

Ele reclama que o serviço utiliza os números de celular da própria operadora para oferecer ligações OTT, enquanto a tele ainda precisa pagar R$ 4 bilhões anuais em Fistel por cada número de celular. "É pirataria no pior sentido, é um operador na Califórnia, usando nossos números e clientes e sem obrigações regulatórias, jurídicas e fiscais", esbraveja.

Por conta desses argumentos, o executivo é taxativo: "Eles estão trabalhando contra a lei brasileira. Não vai acontecer nunca de fazermos parceria, e espero que as outras operadoras acordem para isso." Genish afirma que ainda não foi possível medir o impacto nas redes ou em receitas das chamadas por IP no WhatsApp por ser um lançamento recente, mas ressalta que o recurso não é o único no mercado. Ele cita ainda os recursos Facetime e iMessage da Apple, dizendo que a diferenciação em relação a chamadas e SMS são mínimas e podem levar à confusão.

4 COMENTÁRIOS

  1. Lendo essa notícia começo a entender melhor o que está acontecendo…
    Eu como cliente da Vivo fixo venho observando que quando uso Voip a qualidade é muito ruim, seja Hangouts, Skype, WhatsApp, etc…
    O mesmo acontece com YouTub. Para outros usos a Internet é muito boa. Com outras operadoras fixas, Net e GVT isso não acontecia. Possivelmente na GVT irá acontecer a partir de agora também. Me questiono se a Vivo não está fazendo controle de tráfego? Até onde sei, isso é ilegal no Brasil, a operadora tem que fornecer um acesso neutro ao cliente que paga caro por ele.
    A Anatel deveria fiscalizar melhor essa questão.
    Resumo da ópera…Quem usa Voip deve fugir da Vivo.

  2. Admiro muito o Amos pelo que ele fez pelo mercado de banda larga do país, mas que bela besteira ele falou.

    Se fossemos pensar assim, o email seria a pirataria dos correios. Crackle seria pirataria do cinema.

    Ele esquece que o "ZAPZAP" foi um grande incentivador de muitas pessoas (inclusive as tias, que adoram dar "bom dia") aderirem ao Smarthphone e consequentemente consumirem mais dados.

    Algumas pessoas sequer sabiam usar um sms, mas estão à todo vapor no "ZAPZAP".

    Queira ou não, o Whatsapp levou muita gente para usar internet apenas no celular.

    Esse papo do Amos lembra o tempo que a Vivo queria brigar contra o curso natural das coisas… quando dizia que o CDMA era o "futuro", que o GSM nunca seria adotado em larga escala….

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.