Cade dá aval para compra de 30% da Nextel pela AINMT

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrição, a compra de 30% das ações representativas do capital social da Nextel pela AINMT do Brasil, empresa controlada pelo Grupo Access, que atua mundialmente no ramo de mídia, tratamento de dados e provedores de serviços. A operação, anunciada em junho, prevê uma segunda etapa com a aquisição de mais 30% da operadora, transformando a AINMT na acionista controladora.

A companhia é de origem sueca, sem atuação no Brasil, e pode investir cerca de US$ 150 milhões até a concretização final do negócio. Essa primeira etapa da operação foi calculada em US$ 50 milhões.

De acordo com as empresas, a transação permitirá à Nextel Brasil a oferta de melhores alternativas e serviços aos consumidores, com a adoção de práticas testadas pela AINMT na Escandinávia (o grupo atua na Noruega, Suécia e Dinamarca nessa região, além de ter operações na Indonésia e Filipinas). A operadora brasileira, por sua vez, enfrenta dificuldades econômicas.

Segundo o Cade, a operação não gera sobreposição horizontal entre as partes no Brasil, pois o Grupo Access não possui em seu portfólio empresas que atuem no mesmo segmento da Nextel, de serviço móvel pessoal para pessoas físicas e empresas. "Também não se verifica integração vertical entre as atividades da Nextel e qualquer uma das empresas que compõem o portfólio do Grupo Access", salienta o órgão antitruste.

O Cade concluiu que a operação não oferece riscos ao cenário concorrencial brasileiro, tratando-se de mera substituição de agente econômico no País. O negócio foi aprovado por meio do rito sumário, ou seja, sem necessidade de passar pelo plenário do órgão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.