Publicidade
Início Newsletter Governo obrigará novos celulares a virem com receptor de FM habilitado

Governo obrigará novos celulares a virem com receptor de FM habilitado

Foto: Pixnio

O Ministério das Comunicações atendeu a um antigo pedido dos radiodifusores e editará uma portaria obrigando os fabricantes de celular a habilitarem funções de recepção de rádio FM presentes nos equipamentos disponíveis no mercado brasileiro. Segundo o ministro Fábio Faria, 90% dos dispositivos hoje teriam a funcionalidade embarcada, mas desabilitada por estratégia dos fabricantes e operadores que comercializam os equipamentos.

Segundo apurou TELETIME, a medida só valerá para celulares comercializados após a regulamentação. A política deve começar a viger em 1º de junho e a regulamentação vem em seguida, e será feita pela Anatel.

Segundo Fábio Faria, apesar de ser um “defensor da liberdade econômica” e pregar o mínimo intervencionismo na economia, o cenário da pandemia teria tornado mais urgente a necessidade de levar informação à população, e o rádio, segundo ele, é um dos principais meios. “Não há custo para essa medida, só benefícios”, diz Faria. 

Notícias relacionadas

Segundo ele, a população de maior renda que tem celulares mais caros não teria essa necessidade, mas para a massa de usuários de menor poder aquisitivo e celulares mais simples, a medida é importante.

A atualização da funcionalidade para celulares já em uso no mercado não é um processo simples e por isso não será feita. Dependeria de uma atualização do sistema operacional dos smartphones, o que requer uma conexão de dados e alguma familiaridade com procedimentos técnicos por parte dos usuários, além o uso de um aplicativo para controlar o sintonizador do celular. E há casos de ajustes de hardware para habilitar os equipamentos. Por estas limitações, a habilitação da funcionalidade de rádio AM/FM estará disponível apenas nos novos celulares vendidos, pelo menos em um primeiro momento.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile