TV paga fecha fevereiro com 13,36 milhões de assinaturas

A TV por assinatura perdeu 73,3 mil clientes pagos no mês de fevereiro. A base no último dia do mês, de acordo com dados divulgados pela Anatel, ficou em 13,36 milhões de acessos, considerando-se apenas os clientes do serviço pago. No período de 12 meses, o churn foi de 12,89%. A base completa computada pela Anatel, que inclui os planos livres via satélite, com apenas canais abertos e obrigatórios, chega a 15,78 milhões de acessos, contra 15,91 milhões no mês anterior.

A distribuição por satélite foi a única modalidade que cresceu em fevereiro. Considerando-se a base de clientes pagos, o serviço por satélite apresentou um leve crescimento de pouco mais de 10 mil clientes no período de um mês, chegando a 6,73 milhões.

Tanto no período de um mês quanto no de um ano, a região Nordeste foi a única que ampliou a base de assinantes pagos, crescendo 1,2% e 6%, respectivamente, e fechando o primeiro bimestre de 2022 com 2,06 milhões de clientes.

Notícias relacionadas

Entre as operadoras de maior porte, Sky e Oi apresentaram crescimento. A primeira ampliou a base de 4,18 milhões para 4,2 milhões de assinantes pagos. Já a Oi cresceu de 1,77 para 1,79 milhão de assinantes. O crescimento da operadora se concentrou na modalidade por satélite, uma vez que a base do serviço por fibra teve leve erosão de 85,7 mil para 83,1 mil.

A Claro viu sua base encolher para 5,9 milhões. A operadora perdeu 53 mil assinantes no cabo e 14 mil no satélite, mas manteve sua base estável na fibra com 86 mil assinantes.

Já a Vivo perdeu 10 mil assinantes, fechando o mês ainda com sete dígitos: pouco mais de um milhão de assinantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.