YouTube quer canais de conteúdo profissional

O diretor de conteúdo do YouTube para América Latina, Alvaro Paes de Barros, apresentou no TV 2.0, evento realizado pela Converge nesta quinta, 4, os pontos que considera importante para quem quer explorar o portal de vídeos. O executivo, conforme explicou em entrevista publicada na revista TELA VIVA de março, tem a missão de mudar a percepção do YouTube no mercado e junto aos consumidores. "O YouTube não é só um depositório de vídeos", diz. Para ajudar o consumidor a encontrar conteúdo de qualidade na plataforma, o YouTube vem apostando na ideia de criar canais de conteúdo. "Se os 20 maiores canais do YouTube dos EUA fossem canais de TV por assinatura, seriam os 20 maiores", diz, referindo-se ao alcance destes canais.

Para Paes de Barros o produtor de conteúdo e programador de canais para o YouTube deve: pensar sempre no mercado global (citando exemplos como o rapper coreano PSY); considerar todas as telas; valorizar seu acervo; entender o usuário como seu fã (como as gravadoras, que licenciam seus fonogramas para os usuários do YouTube usem em seu vídeos); como colaborar; programar de acordo com cada plataforma; permitir que a audiência colabore; e valorizar o consumidor que assina os canais do YouTube (assinantes de um canal consomem mais conteúdo do que não assinantes).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.