Hispamar conecta escola com VSAT no interior de Goiás

Foto: Divulgação

A operadora de satélite Hispamar foi escolhida pelo Sindicato Nacional das Empresas de Telecomunicações por Satélite (Sindisat) para um projeto que leva conexão gratuita por meio da tecnologia satelital a uma instituição de ensino em região remota. Segundo a companhia nesta quinta-feira, 4, o local escolhido foi a Escola Estadual Geraldo Batista de Oliveira, no distrito de Oloana, em Hidrolândia, uma cidade com cerca de 20 mil habitantes no interior de Goiás, a 35 km de Goiânia.

A companhia contou com ajuda da Arquidiocese de Goiânia para o trâmite da documentação (junto com a para atender a escola, além do apoio da fornecedora Global Eagle para ceder a antena VSAT e demais equipamentos necessários à recepção do sinal. A Hispamar disponibilizará, inicialmente em caráter experimental e gratuito, a banda larga por meio de capacidade de banda Ku do satélite Amazonas 3.

A proposta é demonstrar a conectividade satelital como tecnologia de inclusão digital em regiões remotas, áreas rurais e carentes. Conforme o comunicado enviado à imprensa, outras regiões em Goiás e no Maranhão também contam com projetos semelhantes em parceria com o Sindisat. 

A iniciativa também tem como objetivo fomentar a discussão sobre a alta tributação que incide sobre as VSATs. Atualmente em vigor, a Medida Provisória 1.018/2020 reduziu as taxas de Fistel, Condecine e CFRP, mas o setor, segundo o Sindisat, espera a conversão da MP em lei "ainda no primeiro semestre".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.