Embratel aumenta capacidade de rede entre Porto Velho e Manaus

Manaus agora está definitivamente conectada ao backbone nacional da Embratel. A empresa recebeu esta semana a licença definitiva para operação de seu cabo de fibra óptica que liga a capital do Amazonas a Porto Velho, que até então era a ponta final do backbone da companhia. O cabo, cuja instalação custou cerca de R$ 100 milhões, começou a ser implementado em 2005 e no ano passado iniciou uma operação com uma licença provisória do Ibama e capacidade reduzida de transmissão de dados (768 Mbps). Nos últimos 12 meses a Embratel vem ampliando gradativamente a capacidade da rede que une as duas cidades e agora alcançou 2,5 Gbps. Antes da implementação desse cabo, Manaus era atendida via satélite e rádios digitais.
"Foi um grande desafio para a Embratel. Agora, com o aumento da capacidade de transmissão, poderemos atender a mais 20 mil pequenas e médias empresas de Manaus", informou a diretora executiva da Embratel para as regiões Norte e Centro-Oeste, Maria Teresa Lima. Segundo a executiva, a operadora planeja levar WiMAX para a capital do Amazonas ainda em 2009, cobrindo bairros que hoje não são atendidos pela rede da Net.
Próximo passo
Ao todo, o cabo óptico que liga Porto Velho a Manaus tem 935 km de extensão. A Embratel teve que construir e reformar cerca de 200 pontes ao longo do caminho entre as duas cidades, para facilitar o acesso de seus técnicos de manutenção da rede. O cabo é suspenso por 5,4 mil postes feitos de madeira com certificado do Ibama. O cabo termina às margens do rio Solimões, por onde segue por rádio digital de alta capacidade para Manaus. O próximo passo é atravessar o rio com um cabo subaquático. A Embratel está nesse momento fazendo testes no leito do rio para avaliar as condições desse projeto. Esses testes devem durar até meados de 2009.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.