TIM e Telebras assinam acordo para troca de fibras

TIM e a Telebras assinaram finalmente nesta terça, 3, acordo para a troca de fibras em que a Telebras usará a infraestrutura da TIM no linhão de Tucuruí e a TIM, por sua vez, vai usar vários trechos da rede da Telebras: Belo Horizonte – Vitória; Tucuruí – Belém; Teresina-Juazeiro-Petrolina-Paulo Afonso. O acordo prevê a cessão recíproca de 2.208 km de fibra de longa distância. O acordo é a concretização de memorando de entendimento anunciado pelas empresas em outubro do ano passado.

Segundo o presidente da Telebras, Caio Bonilha, a companhia vai iluminar as fibras com sistemas de 100 Gbps de capacidade. Ele explica que o acordo demorou mais de um ano para ser concretizado em razão de dificuldades de acertar a questão de direito de passagem com as elétricas. “Precisamos equalizar legalmente essa questão com as elétricas”, disse ele.

Para a TIM, a questão agora é monetizar o investimento que ela fez na infraestrutura que liga Tucuruí (PA) a Manaus (AM) com uma derivação a Macapá (AP). “A construção do linhão é um investimento para o futuro, não só para o presente. Estamos analisando formas de como compartilhar essa infraestrutura com mais operadoras”, afirma o presidente da TIM, Rodrigo Abreu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.